3 de dez de 2012

Azarov

Depois de tal fiasco:
No dia 26 de novembro, em Kyiv, na presença do primeiro-ministro da Ucrânia Mykola Azarov e do ministro da Energia e da Indústria de Carvão Yuriy Boyko, foi assinado o Acordo de Gestão do Consórcio para construção do terminal de gás líquido no valor de 1,1 bilhões de USD. Da parte ucraniana o Acordo foi assinado pelo diretor da Agência Estatal de Investimento e Gestão dos Projetos Nacionais, Vladyslav Kaskiv e pela parte espanhola por Jordi Sarda Bovehi (nome desconhecido pelo Google), alegadamente, atuando em nome da “Gas Natural Fenosa”. Os problemas começaram quando a empresa espanhola declarou oficialmente que não conhece Jordi Sarda Bovehi, não lhe passou nenhuma procuração para agir em seu nome ou em nome das suas subsidiárias, escreve Pravda.com.ua. (Fonte: Ucrânia em África)
Azarov renuncia do cargo. Antes fosse pelo fiasco da semana passada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário