13 de jan de 2010

Eleições

As eleições são no próximo dia 17, e aparece a notícia Vende-se voto: a última moda eleitoral na Ucrânia:
"Não acredito na democracia ucraniana. Vendo o meu voto e mais 10", escreve um anunciante ucraniano. Estranho? Pode ser. Mas uma coisa é certa: há votos à venda na Ucrânia, para as eleições do próximo domingo. De 300 a 500 grivnias, ou seja, investindo de 26 a 43 euros, é possível comprar o voto em qualquer partido dos que estão na corrida. Os anúncios são avassaladores: "Para mim é igual, não me interessa quem ganha", diz um.

É triste. E igualmente desanimador o fato de não terem havido debates entre Tymoshenko e Yanukovich, os dois favoritos. (tenho a impressão de que esse Zik.com.ua tem posicionado-se pró-Tymoshenko, então tome as notícias com água.)

Vejamos o que os ou 2 688 ou 1 583 observadores vão dizer do andamento das eleições. O interessante aqui é que aparentemente a Geórgia mandará “mais de” 1000 observadores.

Para quem quiser ter uma visão geral das notícias em inglês a respeito das eleições, recomendo dar uma olhada nesta página do Brama.

E mais algumas notícias curiosas:
Segunda volta” ditará futuro da Ucrânia
Presidenciais na Ucrânia tem 18 candidatos

Atualização: Houveram, Yanukovych em primeiro. Veja este post para mais detalhes.

Nenhum comentário:

Postar um comentário