10 de fev de 2009

Livro: Uma Breve História dos Tratores em Ucraniano


Há algumas semanas atrás comprei o Uma Breve História dos Tratores Em Ucraniano nas Livrarias Curitiba, que foi comentado pelo JNW quando a versão em português foi publicada há algum tempo atrás. Agora, depois de ter lido durante um período de férias da faculdade e trabalho, resolvi deixar aqui minhas impressões.

Antes não posso deixar de comentar que o título do livro realmente gera confusões, tanto que a Amazon inicialmente havia categorizado o livro como Ciência e Engenharia, como observado pela VEJA Recomenda. Além disso, eu mesmo tive problemas para encontrar o livro por causa disso. Quando perguntei pelo título do livro a atendente da livraria respondeu imediamente "não temos", perguntei "mas você nem vai pesquisar no sistema?" e ela "não, sei que não temos livros tratando de tratores por aqui"...

No geral, posso dizer que achei o livro interessante e razoavelmente educativo.

O primeiro motivo é em razão de ser de fácil leitura. A linguagem é simples, diálogos são curtos e sempre há um pouco de humor em tudo.

O outro, e na minha opinião, o principal motivo para o livro ser considerado interessante e educativo é ter várias referências mais ou menos recentes da história da Ucrânia. Mostra a vida das pessoas no período entre as grandes guerras, dos anos de guerra civil, da situação dos DPs no pós-guerra, da paranóia vivida pelo medo da polícia política aparecer no meio da noite, e também um pouco das diferenças de comportamento e estilo de vida entre os "antigos" e os "novos" ucranianos. E falando de tantos eventos históricos, o livro não deixa de referenciar de maneira relevante o Holodomor.

Quanto à estória em si que foi feita para colar todos esses eventos, o que me incomodou foi a grande quantidade de diálogo comentando detalhes de roupa e "picuinhas" entre as duas irmãs. Como o livro não é tão longo, isso não chega a tirar o interesse em prosseguir lendo.

Além disso, a arte que foi usada para decorar a capa e as páginas é meio esquisita, foca um demais na parte "polêmica" da estória.

Também, o post How Ukrainian is ‘A Short History of Tractors’? , do blog Ukrainian Canadian, comenta respeito de um possível engano na descrição do significado das cores da bandeira ucraniana, confundindo "ricos campos dourados de trigo" por "campos de milho".

Mesmo assim, pelos dois motivos positivos que apontei, acho que esse livro deve fazer parte da "cesta básica" de materiais informativos (e de entretenimento) que tentaria trazer a atenção dos descendentes à história da Ucrânia e seus eventos recentes. Ficaria junto com o Made In Ucrânia.

Um comentário:

  1. Estimado amigo, (Sergio)?
    Um belo post, obrigado, recomendo tambem o segundo livro da Marina Lewycka "Duas caravanas" (nos EUA "Strawberry Fields"), um pouco do mesmo, mas com mais personagens: ucranianos, polacos, chinesas, um africano, que trabalham na apanha (safra) dos morangos. Ainda nao li, mas acredito que e delicioso.

    p.s.
    vamos entrar em contacto directo, ha tanta coisa que quero lhe passar sobre a Ucrania, deixe no meu blog um e-mail seu, eu nao vou validar o comentario, significa que nao sera visto pelo publico, apenas eu fico a conhecer.
    JNW

    ResponderExcluir